Páginas

quinta-feira, 22 de julho de 2010

Domingo

Já passaram quatro dias.
Domingo, dia de missa para os católicos. É mais um dia de descanso para quem trabalhou a semana toda. É dia para estar com a família num grande almoço, é dia de bater uma bolinha, é dia de aproveitar um bom cinema acompanhado de uma saborosa pipoca... Mas para mim, é mais um dia de trabalho que considero especial. Digo especial pelos clientes que passam pela loja e fazem as suas compras habituais para casa ou para agradar alguém querido ou apenas para não chegar de mãos à abanar num evento próximo.
Sim, estes são especiais! São pessoas que trabalham a semana toda, arduamente ou não, e no domingo, dia da sua folga, preferem alegrar os olhos ao ver diversas montras das lojas do shopping. Preferm passear com toda a sua família e lá almoçar ou jantar.
As crianças por sua vez enlouquecem e para sua diversão saltam em cima dos móveis em exposição, como se nunca tivessem visto tal coisa na vida. Como um parque de diversões ou um zoo.
Os pais ficam impacientes, apressam as suas esposas para não gastarem demasiado com artigos que não compreendem e chamam a atenção das crianças, alguns com gritos e chapadas na cara e, outros apenas com o olhar.
Alguma clientela surge com perguntas desnecessárias, por vezes estúpidas e com uma certa lentidão, o que me faz pensar se aproveitaram mais umas horinhas na cama ou mesmo desconfio se ingeriram Prozac, Xanax ou produtos do gênero. Maioritariamente me refiro às mulheres.
Um dia de descanso para uns, um dia de muita dor de cabeça para outros.
Um dia em que temos que respirar profundamente antes de responder a qualquer questão e ter calma para não insultar ou bofetear se é que me entendem.

4 comentários:

Érika Pereira disse...

Eu já fiquei imaginando você dando uma bofetada em alguém. Calma, miga. rsrssr

WANESSA ALVES disse...

Nossa, já passei por coisa parecida e vendo por este lado... a segunda-feira nem é tão ruim como se pinta né.

Jeff disse...

Outro dia arrumei a maior confusão no FACEBOOK, havia um feed a dizer que os hipermercados podem abrir aos domingos, desde que as camaras autorizem. E é claro que vão autorizar, já estou a ver a cena, um bando de infelizes que tem em tempo de ir as compras durante a semana... passam a desfilar aos domingos nos hiper... Decisão cretina de gente hipocrita, uns tem em direito a familia, ao convivio, ao descanso, e outros trabalham.!!! Cambada de FDP isso me revolta afinal trabalhei 9 anos em um hipermercado.

Liliam Silva disse...

Concordo Jé. Fico furiosa pk ao tendo folga ao fds posso encontrar todos os amigos e família. Qdo a loja factura bastante no domingo não me importo pois o trabalho não foi em vão, mas mestes domingos tem sido de loucos. Mesmo os imigrantes franceses e alemães não estão a gastar quase nada. Ficam a alisar os artigos. Portugal deveria ser como a Espanha nesse aspecto. Domingo td fechado!