Páginas

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Desapaixonando pelo MSN

Trimmm...
O telefone toca. Ok, isso não seria problema se não fosse 8:45 da manhã de sábado. Era Guta, mais uma vez querendo saber minha opinião sobre Marcão, o cara por quem está apaixonada.

Calma, caro leitor, eu sou uma boa amiga, mas não sou Freud e nem Mãe Dinah, muito menos fiz curso para “trazer o marido de volta em dez dias”. Logo, nem sempre tenho uma opinião sobre os assuntos do coração. E o mais curioso, é que Guta costuma me ligar para que eu opine sobre coisas, digamos, exóticas como por exemplo:

“Érika, ontem o Marcão estava de blusa vermelha. Você acha que ele está mais disposto a se entregar a uma nova paixão?”, ou “No sábado ele me encaminhou um email de uma corrente para arrecadar fundos para as vítimas do terremoto do hemisfério norte. Você acha que ele quis se aproximar?”, e ainda: “Esses dias o encontrei na padaria e ele me perguntou se o pão estava quente. Você acha que aos poucos eu terei uma chance?”

Desta vez, não foi muito diferente. Guta queria saber o que eu achava sobre o Marcão ter colocado a seguinte frase no MSN: “Só sei que nada sei”. E logo emendou: “Você acha que foi uma indireta pra mim?”

Respirei fundo e tentei burlar o mau-humor matutino. Busquei em minha memória um relatório das canalhices de Marcão e comecei aquele discurso pseudo-auto-ajuda que toda amiga deve fazer: “Ele não te merece, isso não é amor, se ele quisesse já teria ido atrás, logo você vai conhecer alguém que vai te arrebatar”.
Ela insistia, dizia que não consegue se imaginar ao lado de outro homem. Então, mudei o discurso: “se tiver que ser, será, o que é do homem o bicho não come, pratica o Segredo, nada é por acaso, quem espera sempre alcança, a esperança é a última que morre... Terminado o estoque de clichês, ela acrescentou chorando: “Ah, eu o amo! Ele é o cara mais lindo que já vi. Sem ele não consigo viver, ele é o sol que irradia minha vida”.

Cansada daquela cena bizarra, não havia mais citações motivacionais para acalmá-la, então, resolvi dizer a verdade:

- Guta, sinceramente acho o Marcão um saco. Não sei o que você viu nele, ele tem trinta anos e fica colocando frasesinhas no MSN. Não sei como alguém pode se apaixonar por alguém que copia máximas do tipo: Omnia vincit amor, Neoqeav... Daqui a pouco ele vai colocar SALADA. Aí é muita mancada!

E mais, pra mim ele é um viado enrustido. Homem que é homem não passa óleo no corpo para tirar fotos fazendo várias poses. Aposto que quando ele transa, fica preocupado com o topete. Sai dessa meu, se apaixonada por um homem de verdade. Aquele que bate na mesa, cospe no chão e coça o saco.

Me interrompendo bruscamente, Guta diz:

- Érika, Érika, ele acabou de colocar outra frase: “Filo porque quilo”. Será que agora ele me quer?

Tu, Tu, Tu...

7 comentários:

brunofn85 disse...

Sensacional seu texto, sempre show!!
assinado seu fa!
bjao erika!!

malu disse...

É, paixão emburrece e ensurdece.
Adorei o tema e o texto.
bjs

Anônimo disse...

Oi!!! Amiga do Cartão SUSIiiiiii!!!! Você sempre escrevendo muito bem..
BEijos.MELISSA

Érika Freire disse...

Melissinha, obrigada pela visita.
Cartão SUS fez história e às vezes dá saudades.
bjs

Dani Marino disse...

Sensacional... Tenho várias amigas que estão na mesma situação. Quando meu estoque de clichês acabar, vou recomendar que leiam o seu texto! hehehe

Bruno disse...

uhahauahuahauahu...
Tinha esquecido como é legal ler bons textos.
Saudades!

Jeff_Santos disse...

Quanto tempo eu não venho aqui, a casa esta mudada, a reforma esta linda, as paredes, a pintura, os desenhos... É bom chegar em um lugar que não visitamos a muito tempo, e ver que mudou evoluiu e tudo isso para o melhor.... Tenho andado com a vida as cambalhotas, não tenho tempo para quase nada, sei que passo o tempo todo a dizer o mesmo, mas é a mais pura verdade.
Ok! Vou todos os dias ao Facebook, mas não jogo farmville.

Esta senhora GUTA, faz me lembrar outra personagem!!!!! Tchau tenho que continuar a leitura.