Páginas

domingo, 19 de dezembro de 2010

Voltei

É, eu voltei, e agora para ficar (espero). O que acontece com quem tem blog é assim: muitas vezes falta tempo e em outras você fica pensando sobre o que postar. Quando pensa demais, perde tempo. Então, eu estava bem perdida. Deu para entender?

Pensei em deletá-lo, mas o blog é uma válvula de escape. E para quem trabalha com jornalismo, funciona ainda mais como tal. É ser editor de si mesmo e ainda poder escrever o que nem sempre pode dentro de uma redação. Então, concluí que excluí-lo não seria a alternativa correta. O que eu precisava é, como diz a mestra, “me despudorar”.

Pois bem, agora, meus três leitores terão que ter paciência e saco, porque resolvi colocar o que der na telha. Já basta eu no jornalismo ter que ficar buscando a história perfeita (como se existisse). Então, aqui farei o que der.

Sabe, isso é apenas um blog! Então, não há motivos para planejar um texto para concorrer ao Jabuti, ou, sei lá, o Pulitzer, caso eu escreva verdades.

Se eu sumir foi o tempo, pois a vergonha eu perdi (ou não).

3 comentários:

Malu disse...

ééééé!
Seja sem vergonha!
boa meta para 2011...
beijocas orgulhosas

Cecilia Nery disse...

Que bom tê-la de volta e ainda bem que você não deletou o blog, eu iria sentir falta. É uma válvula de escape mesmo, porque podemos escrever o que queremos, sem censura, sem se preocupar. É seu, use-o como quiser. Seus leitores irão gostar. Beijos.

Melissa disse...

Para tudo tem um começo...
Comece ... perca a vergonha
E não se esqueça das ironias...