Páginas

domingo, 24 de novembro de 2013

Um salve aos amores loucos


Uma moça acaba de colocar no face:
"Como seria me apaixonar agora?"
Eu eu refleti comigo: 
Lindo e louco, como sempre! Ninguém quer a sorte de um amor tranqüilo, Cazuza, ninguém. 

Nenhum comentário: