Páginas

quarta-feira, 22 de abril de 2015

Ainda te tenho naquele CD triplo
Escrevo para te encorajar
Para te eternizar
E eu sigo com a minha tentativa desenfreada de emitir toda e qualquer frequência para que você chegue mais perto. 

quinta-feira, 16 de abril de 2015

Não esperou que eu me vestisse, saiu sem fazer café. Nem me deixou te mostrar as caixas que carrego. São essências, saudades, toques, afetos. Pequenas lembranças de você que ficarão estocadas nos meus arquivos, cheios de erros.  

quarta-feira, 15 de abril de 2015

Hoje eu li uma frase que me cabe:
"Desculpe, não se pode negociar com a paixão" Marla de Queiroz

segunda-feira, 13 de abril de 2015

domingo, 12 de abril de 2015

Sábado de sol, em frente ao Aquário, estação do Bike Santos. A melhor coisa que já inventaram nesta província. 
Aquela paciência para conseguir acessar o aplicativo e retirar a bicicleta... estou sendo observada. Alguém se aproxima. Ufa, apenas uma inocente senhora. 
- Como funciona isso, heim?
Explico. 
- Nossa, que legal. Você mora aqui?
- Moro sim.
- E é bom morar aqui?
- É, até que é bom, sim.
- Ai, não sei se conseguiria.... aqui tem esse cheiro de peixe, né?



segunda-feira, 6 de abril de 2015

Você sempre soube, só que agora sente mais forte. Quando você se dá conta de que ele não vai voltar. Não vai te acolher em sextas-feiras tristes. Ele não se esforça para estar presente, nem ao menos através de uma tela, gelada e fria como sentimentos esquecidos.

Quando você se dá conta da sua teimosia, daquilo que sempre soube, mas fingiu esquecer. Você se dá conta de que é hora de revalidar alguns planos. Você se desespera porque até lá, tem que arrumar uma bagunça inteira. Paciência por enquanto... A única solução é ir. É preciso ir embora.  

quinta-feira, 2 de abril de 2015

Eu ando com uma vontade de escrever
Mas penso em mudar de casa
E pintar tudo novamente
Criar do nada e pra nada
Ser livre até nas palavras