Páginas

segunda-feira, 23 de novembro de 2015

Adoro essas seções de cartas... as que a psicanalista Regina Navarro recebe são as melhores: 

"Que dilema! > Recebi o seguinte e-mail de um leitor: “Sou engenheiro, 34 anos. Quero muito uma namorada, mas está difícil. Se saio com uma mulher e ela vai pra cama comigo no primeiro dia, caio fora. Como vou me ligar a alguém que faz sexo com um homem logo que o conhece? Se saio com uma mulher, que depois de ficar de beijos e abraços não quer transar, caio fora. Afinal, adoro fazer sexo e acho um absurdo ir dormir sozinho, cheio de tesão. O que fazer?”

Se eu fosse a Regina, minha resposta para o infeliz seria: morra sozinho, filha da puta. 

quarta-feira, 18 de novembro de 2015

vai passar um tempo e você vai querer renascer dentro de mim
será tarde, porque a vida muda, outros ventos seguem
tirando a gente do eixo, mudando a gente de lugar
não é convencimento, acredite
insisto por sentir pena de deixar um sentimento assim evaporar
você faz evaporar, todos os dias
não se desperdiça sentimentos dessa forma 
esse jeito que você faz
essa sua teimosia em não querer admitir nada
não tem como renascer depois
não tem como consertar
hoje posso sentir frio, um vazio quase sufocante
mas assim que passar...
a agonia muda de lado
não é convencimento
repito e sempre...
é o tempo. é validade