Páginas

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016


A chegada naquela sala, aqueles rostos conhecidos, porém distantes
De se pensar na possibilidade de fazer parte das coisas
Pareço invisível algumas vezes
Como se não estive dentro de famílias
Como se não pudesse ser carregada, nem fazer parte daquele todo
Mesmo daquele clichê absurdamente ridículo e teatral
Tem gente que está dentro disso tudo
Não sei o que passa aí dentro
Mas seria completamente digna das coisas
Das visitas que você faz, mesmo sem vontade
Dos almoços que participa, mesmo sem apetite
Das voltas que dá, mesmo sem direção
Enquanto é guiado para dentro do normal
Pareço longe, distante das coisas convencionais
Saberia conquistar a aprovação, saberia lidar com as festas mascaradas
Saberia cuidar de pessoas
Saberia me comportar à mesa
Eu saberia e tenho ideia de todas essas necessidades 
Das coisas de família
Das coisas eternas e regradas
E mereço sim, todas essas honras que ainda não recebi

Nenhum comentário: